Atenção: habilite seu browser para o uso de Javascript!


Vida Cristã

Conselhos para Crentes Fracos

Por Richard Baxter

Importante: antes de submeter este texto à impressão, clique em "Texto Integral",
ao final desta página, para não comprometer a divisão do texto em páginas na impressora.

Página 1 de 7
Ir para a página:   01   02   03   04   05   06   07   

INTRODUÇÃO

Prefácio: Dedicatória do livro à Igreja de Kidderminster.

Introdução: Tarde demais para ocultar as fraquezas dos cristãos.

O Texto: “Ora, como recebestes a Cristo Jesus, o Senhor, assim andai nele, nele radicados e edificados, e confirmados na fé, tal como fostes instruídos, crescendo eem ações de graça” (Cl 2:6-7).

A Doutrina do Texto: Aqueles que salvificamente receberam ao Senhor Jesus Cristo, ao invés de descansarem neste estado como se tudo já houvesse sido alcançado, devem passar o resto de seus dias andando nele, enraizados e edificados nele, confirmados na fé como os apóstolos ensinaram, e abundando especialmente em alegres louvores ao nosso Redentor.

I. O QUE É SER CONFIRMADO NA FÉ

O que não é?
Um crente confirmado, ao contrário de um crente fraco, não deve ser avaliado:

1) Pela ausência de todas as dúvidas e temores.
2) Nem pela sua eminência na estima ou observação do homens.
3) Nem por seu poder de memória.
4) Ou pela liberdade de expressão na oração, pregação ou discurso.
5) Ou por sua postura e cortesia para com os outros.
6) Nem por seu temperamento quieto, calmo, agradável, e livre de alguma precipitação e paixão a que outros temperamento são mais tendentes.
7) Nem pela capacidade fingida, mas que agrada aos homens, de refrear a língua, impedindo-a de revelar a corrupção da mente, e de suprimir todas as palavras que poderiam fazer com que os outros soubessem quão perverso é o coração.

Há muitos dons louváveis e desejáveis, os quais não evidenciam tanto a sinceridade com relação a graça; e muito menos o estado de confirmação e estabilidade.

O que é?
Confirmação consiste no elevado grau daquelas graças que caracterizam um crente, e este elevado grau se manifesta nas suas práticas:

1) Quando a santidade é como que uma nova natureza em nós, nos dá prontidão para atos santos, nos torna livres e prontos para tais atos e os torna fáceis e familiares para nós; enquanto que o crente fraco sente dificuldade, e mal consegue compelir e forçar sua mente à estas ações.
2) Quando há constância e frequência de ações santas; que demonstram vigor e estabilidade de inclinações santas.
3) Quando estas graças mostram-se poderosas para suportar oposições e tentações, podem superar os maiores impedimentos no caminho, tirar proveito de toda resistência e desprezar as mais esplêndidas iscas do pecado.
4) Quando tais graças estão ficando cada vez mais firmes, e inclinam a alma mais e mais próximo de Deus.; quando o coração torna-se mais celestial e divino, e estranho para o mundo e para as coisas terrenas.
5) E quando as coisas celestiais são mais doces e agradáveis à alma, e são procuradas e usadas com mais amor e prazer. Todas estas coisas mostram que as operações da graça são vigorosas e fortes, e consequentemente mais constantes.

Manifestações da Confirmação na Fé
No entendimento, na vontade, nos sentimentos e na vida. A mente adquire maior compreensão da veracidade, excelência, natureza, razões, propósitos, ordem e utilidade da verdade. A vontade passa a ser dirigida por essa compreensão, livrando-a de dúvidas e relutâncias consideráveis, sendo constantemente inclinada para as coisas do alto, passando a responder com mais prontidão e prazer à vontade de Deus. Os sentimentos procedem desta vontade, e estão prontos para assistí-la, motivá-la e serví-la, e a impulsionar-nos aos deveres necessários. O coração torna-se sensível para com a Palavra de Deus, para com Seus servos, Suas graças e Seus caminhos, e contra todo pecado. Quanto à vida, passamos a considerar a nós mesmos, nosso tempo, e tudo o que temos, de Deus e não nosso, e somos inteiramente e sem reservas entregues a Ele, vivendo para o Seu inteiro agrado, inteiramente submissos à Sua vontade.

II. INCENTIVOS PARA QUE VOCÊ SEJA CONFIRMAÇÃO NA FÉ

1. Compromisso de Prosseguir. Cristo como um médico e capitão. Quem vai a um médico é por que está disposto a submeter-se ao tratamento. Quem se apresenta como voluntário no exército é porque está disposto a lutar.

2. Se não houver desejo de progredir a conversão não é sadia. A graça não é verdadeira se não houver desejo de maior porção dela.

3. Quanto labor seria desperdiçado e quantas esperanças frustradas! (nossos e daqueles que se preocupam e empenham por nós)

4. Quanto da obra da salvação ainda está por acontecer! Nós encontramos o caminho certo, mas ainda há uma jornada para caminhar. Escolhemos o melhor comandante e estamos em companhia dos melhores soldados; mas ainda há muitas batalhas para combater. Se somos realmente cristãos, sabemos que ainda há muita corrupção para resistir e conquistar, muitas tentações para vencer e muita obra necessária por fazer; e esta obra é tão necessária quanto a obra inicial (de conversão).

5. Os fracos estão normalmente cheios de inquietações, e vivem sem aquela convicção do amor de Deus e aquela paz espiritual e conforto que outros desfrutam.

6. São os crentes fortes e confirmados que fazem verdadeiro uso e se beneficiam de todas as ordenanças de Deus. Carne só é digerida por um estômago sadio.

7. A condição terrível em que o mundo se encontra. Se formos crentes fracos, ao invés de podermos ajudar, nós é que precisaremos do cuidado e empenhos dos outros. São poucos os que podem ajudar uma multidão que se encontra em profunda miséria espiritual. Que lástima, se estivermos desqualificados para ajudá-los. Se, realmente almejamos a conversão das pessoas, o melhor a fazer é nos empenhar para tornar-nos crentes fortes e confirmados, habilitando-nos para sermos instrumentos de Deus para ajudá-los.

8. Isto não é tudo; se formos crentes fracos, não apenas estamos inabilitados para servir a igreja; como também a maioria dos problemas e divisões na igreja são provocados por pessoas que se encontram neste ...


Texto Integral


Página 1 de 7
Ir para a página:   01   02   03   04   05   06   07   

NOTAS

[1] Traduzido e condensado por Paulo R. B. Anglada, de Richar Baxter, “Directions to Weak Christians for their Establishment, Grouth and Perseverance,” in The Practical Works of Richard Baxter; Select Treatises (Blackie and Son, 1863; reprint, Grand Rapids: Baker Book House, 1981), 645-95. Direitos reservados.

[2] Ver Mateus 19:24, ‘‘É mais fácil passar um camelo por um buraco de uma agulha, do que entrar um rico no reino dos Deus’’; 1 Timóteo 6:9-10, ‘‘Os que querem ficar ricos caem em tentação e ciladas, e em muitas concupiscências insensatas e perniciosas, as quais afogam os homens na ruína e perdição. Porque o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males; e alguns, nessa cobiça, se desviaram da fé, e a si mesmos se atormentaram com muitas dores’’; e Mateus 6:19-21 e 24-34 (nota do tradutor).

[3] Ver Mateus 26:41, ‘‘Vigiai e orai para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca.’’ Ver também 1 Coríntios 10:13, ‘‘Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel, e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar.’’ Conferir ainda 1 Coríntios 7:5; Gálatas 6:1; Hebreus 2:18; 4:15; e Tiago 1:13 (nota do tradutor).

[4] Ver 1 Coríntios 3 (nota do tradutor).

[5] Ver Salmo 1:1, ‘‘Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores’’; Salmo 16:3, ‘‘Quanto aos santos que há na terra, são eles os notáveis nos quais tenho todo o meu prazer’’; Salmo 101:6, ‘‘Os meus olhos procuram os fiéis da terra, para que habitem comigo; o que anda em caminho reto, esse me servirá’’; e o Salmo 119:63, ‘‘Companheiro sou de todos os que te temem, e dos que guardam os teus preceitos’’ (nota do tradutor)

[6] Ver 1 Pedro 2 e 3 e Efésios 5:15-6:9 (nota do tradutor).

[7] Ver Mateus 16:24; Lucas 9:23ss e 14:25-33 (nota do tradutor).

Fonte: Biblioteca Reformada ARPAV





RecuarPara o alto


Exare suas ponderações
» Comentários até agora: 2.

Em 17/01/2013, às 08:28, Junior, de Lisboa, ponderou:
estou me sentindomuito fraco espiritualmente, deixei de falar com jesus nao sei o que me esta acontecendo, precisso e necessito de respostas, de ajuda, de um concvelho... parece que o meu passado esta voltando tudo de nov, minha vida esta regressado
Em 22/11/2009, às 22:14, ALEXANDRE JORGE BOTANI, de BELÉM, ponderou:
Que Deus te abençõe e te guarde, que tenha misericordia de ti e te dê a paz!

Que o Senhor derrame essas bençãos sobre todos vocês.
Saudades. Márcia.

Comente o texto
Nome:  

Cidade:  

E-mail (não será publicado):  

Comentários:  

» Você pode digitar mais 1024 caracteres.
Digite a seguir o que você lê abaixo:  
U2D6N7


 

Importante: utilize este formulário para ponderar somente sobre o texto acima. Comentários sobre a nossa página devem ser postados na seção Contato.
Busca de Estudo Bíblico
Busca

DTM - Dicionário de Termos Militares
Termos, gírias e expressões da linguagem militar do dia-a-dia. Consulte:

Bíblia Online
Bíblia Online

Capítulo:    Versículo:

     
Palavra(s):

    
Interatividade
RSS Militar Cristão Militar Cristão no Facebook Militar Cristão no Twitter Assine abaixo o Boletim de Notícias
E-mail: